VDMFK - Vereinigung der Mund- und Fussmalenden
Künstler in aller Welt, e. V.

Estocolmo, 1977: 5ª Convenção de delegados

A 5ª convenção de delegados da associação, em 1977 em Estocolmo, teve um significado especial. Foi dedicada ao 20º aniversário da APBP.
No âmbito do encontro, o Conselho de Administração pediu o título de membro honorário para mais duas pessoas. Eram elas Lucienne Uhlmann, da Suécia, e Henriette Windprechtinger, da Áustria.

Madrid, 1981: 6ª Reunião geral

De 25 a 28 de Março de 1981, pela segunda vez desde 1963, os membros plenos da associação juntaram-se para uma Reunião geral na capital espanhola, Madrid. A decisão do Conselho de Administração de dar prioridade a uma reunião geral em detrimento de uma convenção de delegados baseou-se em diversos motivos. Em primeiro lugar, a ONU havia declarado o ano de 1981 Ano Internacional das Pessoas com Deficiência, em segundo lugar, aproximava-se o jubileu de prata da APBP. O Conselho de Administração aproveitou esta reunião geral para oferecer aos presentes uma análise abrangente do quarto de século de existência da APBP. Foi publicado um relatório que apresentou os marcos da APBP desde a sua fundação em 1957 até 1981. Além do resumo cronológico dos eventos e encontros da associação desde o início, os pontos fortes do relatório foram as apresentações dos meios de comunicação e trabalho de relações públicas da APBP. Além disso, o relatório mencionou que, à data da reunião geral de 1981, a associação contava com cerca de 200 pintores com a boca e os pés, oriundos de 37 países. Estes haviam enviado 18.147 obras, 47.16 das quais tinham sido reproduzidas. A associação havia organizado e realizado 310 exposições em todo o mundo. De acordo com os estatutos, os membros deveriam reeleger o Conselho de Administração. Foi então aprovada a proposta de alargar o Conselho a mais uma pessoa. O Conselho de Administração propôs Peter N. Spencer, pintor com a boca da Grã-Bretanha, como novo membro do Conselho. Ele tornar-se-ia o primeiro membro do Conselho de Administração não pertencente aos membros fundadores de 1957.

Joanesburgo, 1984: 6ª Convenção de delegados

O encontro em Joanesburgo deixou claro que o crescimento da APBP estava para durar. No total, os delegados aprovaram a aceitação de mais 15 membros e 41 bolseiros. No entanto, no centro da convenção estiveram duas questões: em primeiro lugar, devido ao falecimento de Charles Pasche, membro do Conselho de Administração, foi necessário eleger um novo membro. Em segundo lugar, a pedido do Conselho de Administração, os delegados aprovaram o alargamento do Conselho a mais um membro. Daqui resultou a eleição de dois novos membros do Conselho. Foi eleita Irene Schricker, pintora com a boca da Alemanha. Ela fazia parte dos membros fundadores da associação. Além disso, o encontro de 1984 em Joanesburgo foi o encontro em que Eros Bonamini, o pintor com a boca de Itália que mais tarde veio a ser presidente, foi eleito para o Conselho. Foi também nesta reunião que, a pedido do Conselho de Administração, os delegados distinguiram como membros honorários três pessoas que haviam demonstrado o seu valor à associação. Estas três personalidades foram o Dr. Dr. Herbert Batliner do Liechtenstein, a Prof.ª Rossella Alberti de Itália e Jakob Aeberli da Suíça.

A Associação está de luto por Arnulf Erich Stegmann, presidente fundador

A 5 de Setembro de 1984 faleceu Arnulf Erich Stegmann, presidente fundador, em Deisenhofen, perto de Munique, onde tinha nascido e vivido. Os pintores com a boca e os pés de todo o mundo choraram a morte do seu fundador, a quem tanto deviam.

Madrid, 1985: 7ª Reunião geral

Quase um ano depois da morte do presidente fundador Arnulf Erich Stegmann, os membros reuniram-se em Madrid, para eleger um novo Presidente da associação numa reunião geral. A eleição do presidente ocorreu a 13 de Junho de 1985, num voto secreto por escrito. Foram feitas no total seis propostas, nas quais três membros propuseram Peter N. Spencer e outros três Marlyse Tovae. Todos os 64 votos foram considerados válidos. Houve 42 votos a favor de Marlyse Tovae, pintora com os pés francesa, pelo que foi ela eleita para o cargo de Presidente da Associação de Pintores com a Boca e os Pés de todo o mundo. Peter N. Spencer aceitou a escolha e foi o primeiro a felicitá-la. Marlyse Tovae agradeceu a eleição e declarou: “É uma grande honra para mim, e farei o melhor para cumprir o que Stegmann teria desejado.” O Conselho de Administração aproveitou a oportunidade para apresentar o desenvolvimento da APBP aos membros. Na altura em que se realizou a reunião geral, a associação contava com mais de 200 pintores com a boca e os pés, na qualidade de membros ou bolseiros. Estes eram oriundos de 41 países.